Archive for the ‘stephanie toth’ Category

Flyer da Folk This Town com James Orr Complex e Stephanie Toth

abril 26, 2008

Nosso designer oficial Rodrigo Sommer continua se superando nos cartazes e flyers – o cartaz desta festa é resultado de uma super produção, com direito a modelos e tudo. Se você gostou do cartaz (ou de algum dos anteriores), pode encomendar com o Rodrigo no rodrigosommer@gmail.com – e fiquem ligados, vai rolar promoção de cartazes na Folk This Town, não percam!

Aqui tem mais informações sobre a festa.

Show de estréia de Stephanie Toth e o escocês James Orr Complex na Folk This Town

abril 22, 2008

Com duas atrações de peso – apresentação de estréia da garota folk Stephanie Toth e o show do escocês James Orr Complex – a festa quinzenal Folk This Town é a melhor pedida para relaxar e recarregar as energias depois da Virada Cultural.

Uma das revelações do ano no folk nacional, a adolescente Stephanie Toth já é habitué dos cadernos culturais. Com uma voz comparável à de Cat Power, suas canções intimistas fazem referência a artistas como Tim Kasher (Cursive) e Elliott Smith – aliás, foi com uma cover de Smith que ela ganhou o primeiro lugar na categoria Melhor Vocalista no Concurso de Bandas da Cultura Inglesa. Em apresentação praticamente solo (com o apoio de Eduardo Ramos no baixo em algumas músicas), Stephanie promete para o show composições inéditas, covers dos ídolos Bright Eyes e Belle & Sebastian, entre outras surpresas.

James Orr Complex é o projeto-solo folk do escocês Chris Mack, vocalista da banda Eska (por onde já passou Stuart Braithwaite, do Mogwai), hoje residente no Brasil. Tocando soberbamente um violão com afinações inusitadas, James Orr Complex soa como um Nick Drake influenciado por Sonic Youth e Slint. Seu primeiro álbum, Chori’s Bundle, saiu pela gravadora escocesa Rock Action, e o levou a tocar com gente como Cat Power, Boonie “Prince” Billy e Shellac, além de festivais como o All Tomorrow Parties e o School’s Out (com curadoria do Belle & Sebastian). Mack está para lançar o segundo álbum do James Orr Complex, Com Favo, e atualmente se diz também influenciado por música africana e brasileira, incluindo o violonista Baden Powell.

Serviço:

Stephanie Toth e James Orr Complex na Folk This Town

Santa Augusta Bar
Rua Augusta, 976
Tel: 3255-9905
Dia 27/04 (domingo)
A partir das 18h
Primeiro show às 20h
Entrada: R$ 5,00

Podcast, textos e a “cena folk de São Paulo”

março 24, 2008

Tudo certo? Desculpem a sumida, mas é que estamos acertando os últimos detalhes para a próxima Folk This Town, que rola no dia 30 de março. Enquanto isso, a festa andou aparecendo pela mídia afora, especialmente associada à nascente cena de folk em São Paulo.

Começamos pelas garotas da Agência Alavanca, grandes amigas e parceiras da festa, que dedicaram o último bloco do seu podcast de estréia para falar da Folk This Town. Confiram o podcast aqui.

Quem também apareceu e se tornou amigo da festa é o jornalista Eder Teodoro, que enquadrou a cena folk da cidade em sua reportagem no primeiro número da revista Off-Line – onde também citou Dylan, Mallu Magalhães e entrevistou Gui Barrella, do Blue Afternoon. Leiam aqui a matéria na íntegra.

Alexandre Matias, editor do caderno Link do Estadão e dono do Trabalho Sujo, aproveitou a passagem do Bad Folks pela cidade para também afirmar a existência da cena folk paulistana, e colocar a Folk This Town entre um dos principais fatores da cena.

Quem também falou de folk e Brasil foi Hélio Flanders, vocalista do Vanguart, em seu podcast de estréia no site da MTV. Apesar de não citar a Folk This Town, Hélio manda um Sá, Rodrix e Guarabyra e também toca “The Size Of A Buick”, da garota-fenômeno Stephanie Toth (que estréia na Folk This Town em abril!).

Agenda Folk

fevereiro 15, 2008

Aproveitando o finde, vamos estrear a nossa “agenda folk”. Se você tem uma banda (em qualquer lugar do país), que se identifica com a nossa festa (não precisa ser, hmmm, “folk raiz”, vai…), pode passar a sua agenda que a gente vai tentar publicar no site sempre que possível. Nesse finde, em São Paulo, tem show da garota-prodígio Mallu Magalhães (falando em garota-prodígio, vocês já ouviram as novas músicas da Stephanie Toth?) na sexta, no projeto Cedo & Sentado do Studio SP (com curadoria do camarada Ronaldo Evangelista). Já no domingo quem dá as caras é o Vanguart, recém chegados de Cuyabá (onde eles se apresentaram no Grito Rock), tocando no Auditório do Ibirapuera.

 Serviço

Mallu Magalhães no Studio SP
Dia 15 de Fevereiro
Horário: 22h30
Ingresso: R$ 15,00
Rua Inácio Pereira da Rocha, 170 – Vila Madalena
Tel: (11) 3817.5425

Vanguart no Auditório do Ibirapuera
Dia: 17 de Fevereiro
Horário: Domingo, 18h
Ingresso: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada)
Tel.: 11 5908.4290